vila maria

VILA MARIA

No inicio do século passado a região norte de São Paulo, onde hoje está situado o bairro de Vila Maria era formada por charcos de terra preta e capinzais. Era separado do bairro do Belenzinho pelo Rio Tietê.

Os habitantes do Belenzinho e bairros adjacentes, a exemplo da grande maioria dos habitantes de São Paulo, utilizavam-se para locomoção e transporte de veículos com tração animal. O alimento básico desses animais era o capim. Pelo fato da região onde hoje se situa Vila Maria ser um manancial inesgotável de capim, alguns "comerciantes" atravessavam o Rio Tietê com seus carroções e os carregavam com feixes de capim que eram depois vendidos às pessoas que possuíam animais de tração. Era o combustível da época.

Uma das poucas construções que remontam a épocas anteriores à formação do bairro é a chácara de Dom Pedro que era situada onde hoje é a Rua Dr. Edson de Melo com Rua Araritaguaba, indo até a Rua Nova Prata. Hoje, defronte onde era a chácara, está o sobrado que serviu de escritório para o piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna da Silva.

No, início eram 1.000m2 de terras margeantes ao Rio Tietê limitando com "a estrada que vai para a Conceio dos Guarulhos"; denominada Sitio Bela Vista, propriedade do ST. Manoel Dias da Silva. Em 16 de janeiro de 1917 foi fundada a Companhia Paulista de Terrenos S.A., os pioneiros: Dr.Rafael de Abreu Sampaio Vidal, Dr.Eduardo da Fonseca Cotching, Dr.Antonio Leme da Fonseca e Manuel Dias da Silva; isto com o fim de adquirir parte das terras do sitio Bela Vista, para lotear a vender a vista e a prazo os terrenos. Assim foi feito, foram comprados 4km2, ficando Manoel Dias da Silva acionista majoritário com os restantes 996km2.

A região da Vila Maria é uma das dezessete áreas que foram divididas administrativamente a cidade de São Paulo. "Vila Maria" foi o nome escolhido por sugestão do Dr.Eduardo Cotching para o loteamento; e o sonho de todos era ver aquilo se transformar numa "cidade".

Os primeiros compradores atravessavam o Rio Tiete de barco, pois ainda não fora construída a ponte ligando a Rua Catumbi ao novo povoado, se inaugurava no fim de 1918, quando também foram estendidos os postes de madeira para a extensão da rede particular de iluminação. Foi nesta época que passou a integrar a Companhia o Dr.Alberto Byington.

As vendas aumentavam e o entusiasmo dominava a todos, a Companhia mandou que se murasse toda a extensão da Avenida principal, Avenida Itatiaia, depois Central, a seguir Dr.Adriano Marrey Jr., e finalmente Guilherme Cotching, em homenagem ao genitor do Dr.Eduardo Cotching.

Em julho de 1918 foi construído o Posto Policial, na esquina da Avenida com a atual Rua Alcantara, foi nomeado subdelegado o Sr.Edivaldo Tupinambá de Oliveira, sendo nesta mesma época instalado o primeiro telefone, cujo número era 349.

O primeiro clube de futebol

Foi fundado em 19 de agosto de 1923, o Vila Maria Futebol Clube. Seus fundadores foram os Srs.Francisco de Carvalho, Alexandre Pimentel, Alberto Lopes, Ilermenegildo dos Santos, Francisco Losito, Antonio Carnaes, Jos Carnaes, Manoel Martinho, Manoel do Patrocínio, Domingos Antonio de Carvalho, Jose dos Santos, Jose Cortez a Francisco Inocencio. 0 clube evoluiu. Hoje esta alojado em sede própria, em um moderníssimo prédio, contendo salões de jogos, piscinas, quadras de futebol de salão a basquete. Seu Presidente lIonorario, há vários anos no posto, Sr.Jorge Fernandes da Silva, vindo de tradicional família de Vila Maria deu um grande impulso desenvolvimento do Clube, tal "a honraria referida".

A Primeira Escola

A primeira escola oficial de Vila Maria surgiu pelos idos de 1924, apenas duas salas de aula, alugadas pelo governo, situava se a Av.Guilherme Cotching n 1032, esquina com a Rua Diamantina. O Grupo Escolar Jõao Vieira de Almeida, hoje cinquentenário, e o seu primeiro diretor o Sr. Walfrido Arantes Caldas viveram dias difíceis. Para conseguir alunos, o velho professor corria as casas dos moradores. Em 2 de julho de 1925 a Escola instalava-se em prédio maior, alugado, na Rua Dias da Silva dali saindo os primeiros formandos. A cerimônia de Colação de Grau foi realizada no Cine teatro Vila Maria, recém inaugurado a cedido pelos proprietários Srs. Azzinaro a Losito especialmente para a festa. No entanto, em 1928 não houve formandos, o 4 ano primeiro não possuía alunos fato este explicado pela pequena população habitante.

A capela, o correio e o cinema

Um grupo de pessoas, portugueses em sua maioria, com um grande senso de solidariedade, fundava em 13 de Janeiro a Sociedade Beneficente Nossa Senhora do Rosário; suas atividades assistenciais e sociais a pessoas desprovidas de recursos financeiros já em seus primórdios adquiriam relevância.

A Pedra Fundamental de sua Sede Socail foi lançada em março de 1925, sita a Avenida Guilherme Cotching, esquina com a Rua Alcantara. A festa foi algo de memorável, uma grande quermesse abrilhantada pela Banda Musical da Light, fogos de artifícios a muita alegria. A Capela com o nome de Nossa Senhora do Rosário, foi edificada; o surpreendente em tudo isso era a participação e colaboração maciça, pois até essa época não existia qualquer Diretoria constituída, o que só veio a ocorrer no ano de 1.926, sendo o seu primeiro Presidente o Sr.Antonio da Costa Ledo, os seus primeiros médicos os Drs.Aroldo Reis a Antonio Vila Lobos.

No momento esta Sociedade conduz a termo um hospital, orgulho de seus fundadores a diretores, alguns dedicando se já mais de 40 anos, sendo seu Diretor Presidente, nos últimos 20 anos, o Dr.Manoel Sabinorde Souza; a obra, um prédio de dez pavimentos com capacidade para 200 leitos.

Surgia em fevereiro de 1925 a primeira agência de postal, na Av.Guilherme Cotching 558, então provisoriamente instalada a Rua Alcantara, a sua primeira agente foi a Sra. Maria Perez Fernandes (também a primeira pessoa a instalar um bazar de armarinhos a artigos escolares). Em 1927, no dia 21 de abril, foi instalado o primeiro cinema, o Cine Vila Maria, também pertencentes à Azzinaro a Losito, tendo funcionado na Avenida Guilherme Cotching, esquina com a Rua Andara, até 1960.

Iluminação

Em 18 de junho de 1937 a Avenida Guilherme Cotching ganhava a primeira iluminação pública. Este fato provocou um surto desenvolvimento sem igual; a Companhia Paulista de Terrenos realizou grande promoção de vendas, ofereceu até tijolos dos compradores de lotes. Aí também a parte alta de Vila Maria conheceu o desenvolvimento.

Os primeiros Bancos

O primeiro estabelecimento bancário de Vila Maria foi o Banco Federal Ita Sul Americano S.A., inaugurado a 19 de abril de 1951, a Rua Guaranésia, 1141, esquina com a Rua Curuça, sendo posteriormente transferido para a Praça Santo Eduardo, 149. Em 1956 esta mesma organização inaugurava mais uma agência, na parte alta de Vila Maria.

O segundo banco a se instalar na Vila Maria foi o Moreira Salles S.A., em 1952, na Avenida Guilherme Cotching, 1105, depois transferindo se para o n 1251 da mesma Avenida.

Esses dois bancos foram importantes para o desenvolvimento do comercio a indústria de Vila Maria. Existem aqui atualmente quinze estabelecimentos bancários inclusive duas Caixas Econômicas.